Veja o vídeo: Para defesa de Cássio Remis, chefe de gabinete poderá ser indiciado por facilitação no assassinato

Veja o vídeo: Para defesa de Cássio Remis,  chefe de gabinete poderá ser indiciado por facilitação no assassinato

Segundo o advogado de defesa, trata-se de Ailon Luiz Júnior, chefe de Gabinete da Prefeitura de Patrocínio.

Texto:

Postado em: 27/10/2020

Veja o vídeo:

Para o advogado da família de Cássio Remis, morto no último dia 24 de setembro, Márcio Leonardo Grossi, "uma pessoa envolvida com o grupo dos Marras", poderá responder por facilitação à fuga de Jorge Marra. Duas pessoas ligadas ao grupo já foram denunciadas a comarca de Patrocínio por colaborarem na fuga do autor.

De acordo com Márcio Leonardo, o chefe de gabinete da Prefeitura de Patrocínio Ailon Luiz Júnior esteve na casa do ex-prefeito de Perdizes para buscar Jorge.

O advogado ainda salientou os créditos à Polícia Judiciária, Ministério Público e ao Poder Judiciário, e disse estar atento a todos os atos que envolvam procedimentos cível e criminal.

Por Juliano Resende - Jornalista - MTB: 0020718/MG

Envie sugestões, imagens e informações para o nosso WhatsApp. Clique aqui para acessar o WhatsApp

 
 

Grupo Módulo Notícias no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo