Metade dos carteiros de Patrocínio continuam em greve e aguardam decisão da justiça para normalizar atividades

Metade dos carteiros de Patrocínio continuam em greve e aguardam decisão da justiça para normalizar atividades
Texto:

Postado em: 16/09/2020

Metade dos carteiros de Patrocínio continuam na greve nacional da estatal. A empresa anunciou nesta terça-feira (15) que está no aguardo da decisão judicial sobre a paralisação para normalizar as atividades.

Segundo o diretor sindical eleito dos Correios na cidade, Mozart Soares, os salários dos profissionais foram reduzidos em até 50%. “Estamos na luta para tentar reverter essa situação. O Ministério do Trabalho marcou a audiência de dissídio, com julgamento final no dia 21 de setembro” explica Soares.

A greve completa 30 dias nesta quinta-feira. Mesmo com a redução do efetivo, nas últimas quatro semanas foram registradas mais de 187 milhões de cartas e encomendas entregues em todo o Brasil.

Trabalho sobrecarregado

Mozart Soares diz que os servidores que continuam no trabalho estão com as atividades sobrecarregadas. Para ele, quem não aderiu à greve aceita essa redução salarial e obstrui o trabalho de quem está paralisado para tentar solucionar do problema.

 

Daniel Henrique/Rafael Pires-Módulo FM

Grupo Módulo Notícias no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo