Homem é assassinado após cair em emboscada feita pela namorada em Coromandel

Homem é assassinado após cair em emboscada feita pela namorada em Coromandel

Texto:

Postado em: 10/07/2020

Miguel José da Silva, de 50 anos, foi executado na noite desta quinta-feira (09/07), por volta das 22h. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima e o autor estariam mantendo um caso amoroso com uma mulher de 24 anos. 

O crime aconteceu na rua José Machado, próximo ao número 716, bairro Santa Maria, em Coromandel. A vítima estava parado em uma motocicleta Honda CG/150 Titan KS, Placa HIZ-2I81, quando foi acertado por diversos tiros. 

A vítima foi morta por atiradores que estavam em um veículo Fiat/Uno, de cor vermelho, que cercaram a vítima e disparam contra ele cerca de 08 tiros, que acertaram, 01 (uma) no ombro, 02 (duas) na região malar esquerda e 05 (cinco) na região do crânio. 

Os autores fugiram tomando rumo ignorado. A vítima foi socorrida  pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes dar entrada no Pronto Socorro de Coromandel. 

A perícia técnica da Polícia Civil, compareceu na cena do crime, após o exame do local do crime recolheu as 06 munições que ficaram caídas no chão.  

Após o homicídio, policiais militares realizaram diligências e conseguiram abordar o veículo Fiat/Uno, placas GRA-2924, na rua Osvaldo Caixeta de Matos, bairro Jardim Gramado, em Coromandel, ainda próximo ao local do homicídio, e o condutor identificado como sendo o W.C.B, de 38 anos. 

Durante a abordagem, a equipe policial militar levantou a informação de que o W.C.B e a vítima Miguel estariam mantendo um caso amoroso com a D.C.B, de 24 anos, fato este que o colocava como principal suspeito do homicídio.

Após ser apontado como suspeito do homicídio, o W.C.B confessou a autoria do homicídio, Informando onde estariam as armas utilizadas e delatando o J.H.A.S, de 26 anos, como sendo o co-autor. 

Confessou também que eles planejaram a emboscada a vítima Miguel no momento em que ele deixasse D.C.B, de 24 anos na residência. 

W.C.B indicou a equipe policial que as duas armas de fogo que ele e seu comparsa utilizaram para o cometimento do crime em tela estariam na residência de B.T.L.C, de 22 anos, local onde foram localizadas duas armas de fogo, sendo um revólver marca Taurus, cromado, calibre .32, e o outro também marca Taurus, de mesmo calibre, oxidado, armas estas que estavam enterradas próximo ao muro dos fundos da residência. 

Na residência também foram encontradas 03 munições calibre .32, uma balança de precisão, uma porção de substância de cocaína; 35 papelotes da mesma substância, prontas para o comércio, que estavam escondidas no quintal da residência. 

W.C.B assumiu a posse das drogas e das armas de fogo, informando que a porção maior contem 50 gramas de cocaína. Um tablete de substância semelhante a maconha e um dichavador foram encontrados no mesmo local. 

Diante do exposto, foi dada a voz de prisão em flagrante delito aos envolvidos: o W.C.B, de 38 anos pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas; a D.C.B pela participação no homicídio, uma vez que ela participou da emboscada, levando a vítima ao local do homicídio e a B.T.L.C., de 22 anos, pela associação ao tráfico e posse de drogas para consumo próprio e J.H.A.S., de 26 anos, o qual foi preso em flagrante delito pelo cometimento de crime de homicídio contra a vítima, Também foi dada voz de prisão em flagrante delito para I.G.H.R., de 21 anos pelo cometimento de crime de favorecimento pessoal.

Por Juliano Resende - Jornalista - MTB: 0020718/MG

Envie sugestões, imagens e informações para o nosso WhatsApp. Clique aqui para acessar o WhatsApp

 

Grupo Módulo Notícias no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo