Estudo avalia eficiência de vacina contra febre aftosa

Estudo avalia eficiência de vacina contra febre aftosa

Objetivo é estimar percentual de cobertura imunitária alcançado pela campanha de vacinação contra febre aftosa no estado. Foto: IMA

Texto:

Postado em: 19/11/2020

O Instituto Mineiro de Agropecuária coletou amostras de sangue em 485 bovinos de 97 propriedades rurais do estado para inquérito soroepidemiológico. Coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o estudo tem o objetivo de estimar o percentual de cobertura imunitária alcançado pelas campanhas de vacinação contra febre aftosa realizadas em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A análise faz parte de compromissos de certificação sanitária firmados com mercados importadores, particularmente com a União Europeia (UE).

Segundo a chefe do IMA local, Rosana Cunha Mendes, na regional foram selecionadas dez propriedades situadas em Abadia dos Dourados, Coromandel, Cruzeiro da Fortaleza, Estrela do Sul, Monte Carmelo e Patrocínio. A equipe do instituto realizou a coleta em cinco animais de cada local, com faixa etária de 12 a 24 meses.

A colheita das amostras ocorreu em outubro, antes da segunda etapa anual da campanha contra a febre aftosa, que teve início em 1º de novembro. As informações foram apuradas por meio de formulário específico preenchido por médicos veterinários do IMA, após entrevistas com os proprietários das fazendas ou responsáveis pelos animais.

 

Daniel Henrique/Rafael Pires-Módulo FM

Grupo Módulo Notícias no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo