Derrota em Juiz de Fora expõe crise do CAP, que pode culminar com saída de Rogério Henrique

Postado por: jame souza - 10/02/2018 às 11h41

Uma partida abaixo da crítica, com o goleiro Negueti sendo o melhor em campo, o CAP (Clube Atlético Patrocinense) teve muitas dificuldades e perdeu o jogo por 3 a 0 para o Tupi em Juiz de Fora, no Estádio Mário Helênio, com gols de Tchô - cobrando pênalti com 6 minutos do primeiro tempo - , Renato Kayser e Patrick, na sexta rodada do Campeonato Mineiro, na noite desta sexta-feira.

 

A derrota pode precipitar a saída de Rogério Henrique do comando técnico da equipe. Pelo menos foi isso que deu para sentir nas entrevistas do gerente de futebol do clube, Estéfano Caetano, no final do jogo.

 

O Tupi, que mandou o treinador embora e colocou o auxiliar Ricardo Leão como interino, mandou no jogo. Pressionou o CAP do início ao fim. Já o time grená esteve completamente sem reação. Se não fosse o goleiro Negueti, a derrota teria sido por um placar ainda maior. Com isso o Tupi saiu da lanterna e ao fim da rodada pode ser o CAP a amargar a posição.

 

Primeiro tempo. Pressionando desde o início, o Tupi-MG foi premiado com um pênalti logo aos seis minutos. Tchô, cobrou e fez 1 a 0. Perdido em campo, o CAP viu o goleiro Negueti salvar a pátria em, pelo menos, quatro oportunidades claras de gol.

 

Segundo tempo. O técnico do CAP, Rogério Henrique fez mudanças para tentar dar mais mobilidade ao time. Mas, o Tupi continuava com mais volume de jogo. Aos 12 minutos, o segundo gol Carijó. Vitinho cruzou, a bola passou por tudo mundo e chegou em Renato Kayser, que empurrou para a rede, sem chances para Negueti: 2 a 0. O time do Tupi passou a explorar os contra golpes, saindo só na boa. Até que aos 46 minutos, Patrick Brey aproveitou cruzamento de Afonso e fechou o placar: 3 a 0.

 

Com o resultado, o Tupi chega a seis pontos no Mineiro e ultrapassa o Patrocinense, que tem os mesmos seis pontos, mas apenas uma vitória. As duas equipes voltam a campo no dia 18 de fevereiro, às 16h. O Tupi visita a URT, no Zama Maciel, em Patos de Minas. O Patrocinense joga novamente fora de casa e visita a Caldense, no Ronaldão, em Poços de Caldas.

 

Tupi: Ricardo Vilar; Afonso, Wellington Reis, Mateus Alves e Patrick Brey; Leonardo; Vitinho Ruas, Léo Salino(Ronaldo Kalu) e Tcho(Diogo); Reis e Renato Kayser. Técnico: Ricardo Leão

 

Patrocinense: Negueti; Bruno Moreno, Diego Borges, Rodolfo Mol e Danilo Tarraxa; Leomir(Berger), Thiago Brito(Gênesis), Mario César e Juninho Arcanjo(Diogo Peixoto); Marcelo Regis e Ademir Santos. Técnico: Rogério Henrique.

 

Cartões Amarelos: Leomir, Juninho Arcanjo, Mário Regis(CAP); Afonso, Mateus(Tupi)

 

Luiz Antônio Costa| Rádio Módulo 

Foto: G1

COMPARTILHE NO:

COMENTÁRIOS

CURTA NOSSA PÁGINA

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

BAIXE NOSSO APLICATIVO